Artigos

É possível substituir um modelo de enchimento de uma torre de resfriamento?

A resposta para essa pergunta é: DEPENDE.

Se a intenção de trocar o enchimento filme é mudar o projeto para aumentar o desempenho da torre ou mudar uma característica funcional (reduzir entupimentos), sim, é possível. Mas, é importante saber que a torre vai mudar o seu comportamento térmico e isso requer um cuidado muito grande.

Enchimento quase certo
Enchimento quase certo

Agora, se a intenção for mudar o enchimento por um “compatível” que preserve as características operacionais originais do equipamento, saiba que isso é algo pouco recomendável.

Mas, porque alguém substituiria um enchimento original por outro “supostamente equivalente”? A razão é simples… muitas vezes o fornecedor não dispõe do modelo original em seu portfólio, então ele tenta oferecer um modelo que seria compatível e deveria manter as condições operacionais do equipamento, mas normalmente isso não termina muito bem.

Cada torre de resfriamento é projetada para operar com uma capacidade de resfriamento, e para tanto o fabricante vai definir o fluxo de ar (que depende do ventilador utilizado), o volume de enchimento para atender a área molhada (área específica) desejada, o sistema de distribuição para atender a vazão do processo e ainda proporcionar o espalhamento ideal de água sobre o enchimento, entre muitos outros fatores que são levados em conta no desenvolvimento do equipamento, inclusive as características da água que circula no processo.

Vamos dar um exemplo. Seria possível substituir o enchimento tipo bandeja de uma torre de resfriamento por barra triangular ou grade trapezoidal?

Se o fabricante pudesse fazer isso, ele já o teria feito no projeto. Certamente ele optou pela bandeja por esta oferecer baixo risco de entupimento, boa área de contato, baixa turbulência do ar, baixa perda de carga, etc.
Ou seja, não basta mudar somente o modelo de enchimento, mas rever todo o projeto e, mesmo assim, nem sempre o resultado obtido é positivo.

Quando o fornecedor dispõe de todos os modelos de enchimento, ele pode até fazer uma sugestão mais técnica e menos voltada ao seu interesse comercial, mas, ainda assim, mudar o enchimento da torre não é algo que costuma dar muito certo.
O fornecedor ou o fabricante do enchimento “similar” pode até dizer que garante o desempenho, mas esse desempenho é resultado de uma curva operacional, não linear, e que varia muito em função do enchimento e das condições operacionais, principalmente as temperaturas envolvidas.

Se o resultado não for o esperado, ele poderá culpar a qualidade da água ou se utilizar de outros artifícios para se isentar da responsabilidade do problema que causou, e o cliente entrará numa longa discussão que sabemos como acabará: com o fornecedor sugerindo uma torre nova sem “remendos” para resolver o problema.

Desconfie sempre se o seu fornecedor sugerir a troca do enchimento. Verifique se ele também oferece o modelo original, ou está somente buscando “empurrar” o modelo do qual dispõe.

Gostaria de mais informações acesse: http://torreresfriamento.com.br/tr/24/torre-de-resfriamento-funcionamento/o-que-e-uma-torre-de-resfriamento/

Este texto é propriedade intelectual da Termoparts Equipamentos Industriais, e está protegido pelas leis de direitos autorais, não sendo permitido a sua cópia, divulgação, reprodução ou qualquer outro uso não autorizado pelo seu autor. A não observação destas exigências implicará em sanções legais aos infratores.